sábado, 14 de abril de 2012

As alianças

Mais importante do que encontrarmos oportunidades boas é a nossa capacidade de refletir melhor a respeito das pessoas às quais nos associamos. A ideia não é você se fechar a elas, muito pelo contrário, mas é importante estar alerta e ter posições bem definidas em relação a elas.
Pensando bem, você entenderá que não é com qualquer uma que você pode ter conversas sérias, não é com qualquer uma que você pode conversar deliciosas bobagens, ou seja, cada pessoa pede um tipo de contato. Além disso, há também o ponto de que devemos ir até as pessoas sabendo o que esperar delas.
Não adianta nada imaginar que será possível encontrar sorvete num açougue. Ao invés de tentar mudar os outros, procure entender que cada pessoa tem suas peculiaridades, sua individualidade.
Ao mesmo tempo, você precisa fazer valer as suas próprias necessidades. Quer dizer: num relacionamento, cada pessoa cede um pouquinho. Quando apenas uma parte cede, não é relacionamento, é jogo de submissão.

Nenhum comentário: